domingo, 24 de abril de 2011

Não consigo dizer

"não"em certas situações...
Devo ser das poucas pessoas que ainda se dá ao trabalho de responder àqueles inquéritos longos e entediantes da Marktest e de ouvir os senhoras jeovás que vêm tocar à campainha de minha casa para me convidarem para uma reunião qualquer sobre não sei o quê... Eu não tenho qualquer tipo de fé, mas mesmo depois de elas me terem dado o papelinho com o local e eu saber imediatamente que não queria nada daquilo disse:
- E é onde mesmo???
Quando na realidade queria ter dito:
- Oh minhas senhoras, eu até fico com o papel mas vai direitinho para o caixote da reciclagem...

É mais forte do que eu. 
Não me custa perder uns minutos da minha vida a ouvir uma pessoa, mesmo que entre por um ouvido e saia imediatamente pelo outro, sabendo que não me vai prejudicar e que a outra pessoa vai sair com uma sensação de missão cumprida...

8 comentários:

Miss Murder disse...

Sabes que é das coisas que toda a gente devia aprender a dizer e esquecer o politicamente correcto!

Cricri disse...

Sei, mas enfim, já é feitio...

Julie D´aiglemont disse...

Compreendo-te perfeitamente! Ando há 36 anos a aprender a dizer não.

anatereisa disse...

Felizmente que eu já aprendi a dizer Não! :D
Sim, porque isto de viver na Capital tem estas coisas... pedintes em todo o lado, Senhores dos jeovás por outros... inqueritos para tudo...

é uma questão de mentalização :)

'Mimi disse...

Também era assim mas andava a aturar muita coisa que não devia. Agora digo sempre que não quando é aborrecido.

A menos que seja um rapz engraçado a fazer os inquéritos ;)

ROSINHA (tilida5ever design) disse...

Mas avida vai ensinar-te...

Cacarol disse...

Mas aprende antes que seja tarde*

Cricri disse...

Isto vai lá com o tempo...